como ser um tradutor freelancer

Tradutor Freelancer – Como começar a traduzir online profissionalmente

Se você é fluente em algum idioma além do português saiba que pode ter uma carreira escondida, esperando por você: a de tradutor freelancer. 

Ao lado dos redatores freelancers, designers e programadores, a carreira de tradutor freelancer é uma das que mais cresceu no Brasil e no mundo nos últimos anos. 

Mas, se a ideia chamou sua atenção e você pretende investir nela, é importante organizar e planejar a carreira, sabendo por onde começar e qual caminho seguir. 

Com a alta demanda por tradutores freelancers é fundamental conhecer bem o mercado e planejar a rotina de trabalho para que ela seja realmente rentável. 

Por isso esse é o tema do artigo de hoje. Você vai descobrir tudo sobre a carreira de tradutor freelancer. 

O que é ser tradutor freelancer?

O tradutor é o profissional que decodifica um texto ou mensagem de um idioma de origem diferente para outra língua. A profissão pode ser desenvolvida para uma empresa ou organização, ou também de maneira independente, como tradutor freelancer.  

Pode parecer simples, entretanto é uma atividade de alta complexidade que exige o conhecimento profundo e diferenciado em diferentes idiomas. Na maioria das vezes os tradutores transformam idiomas estrangeiros para a sua língua materna. 

É importante perceber que a tradução não é apenas sintática e ortográfica. Ela é uma atividade que envolve a difusão de culturas. O produto final da tradução deve ser relevante e gerar proximidade para os leitores. 

A tradução deve ser usada para construir pontes e aproximar pessoas de culturas diferentes. 

É preciso ter formação superior para ser tradutor freelancer?

Essa é uma discussão frequente nos círculos de profissionais da tradução. Algumas pessoas afirmam a importância da formação acadêmica para que sejam desenvolvidos os conhecimentos linguísticos e as bases teóricas da carreira.

Por outro lado, temos inúmeros exemplos de excelentes tradutores, que contribuíram muito com a profissão ao longo dos anos, que não possuem essa formação, o que demonstra que muito da carreira de tradutor freelancer se dá pelo talento e pela prática. 

Certamente o conhecimento acadêmico é importante, principalmente quando falamos sobre os limites da atuação, ou seja, o quanto pode ser alterado do texto sem modificar sua estrutura, como traduzir expressões sem correspondência, etc. 

Mas sem talento, acabamos virando uma versão pobre do Google Tradutor. 

Qualquer pessoa pode trabalhar como tradutor freelancer?

Uma dúvida muito comum é de pessoas que moraram algum tempo em outro país e querem saber se podem trabalhar como tradutores freelancers. E a resposta é depende. 

Para trabalhar com tradutor é preciso saber que existem níveis de conhecimento e domínio sobre os idiomas e que isso influencia na capacidade de trabalho. 

E, por ser um trabalho altamente complexo, é preciso ter alta proficiência para conseguir traduzir. 

A tradução exige que o profissional seja especialista em linguística contrastiva. É ela quem oferece ferramentas para prever diferenças estruturais entre os idiomas e mostra a melhor maneira de resolvê-las. 

E, dificilmente, uma pessoa que passou poucos meses morando em um país diferente desenvolveu essa habilidade.

Entretanto, se a pessoa domina a língua, torna-se fluente e o idioma hoje é um segundo idioma materno, é provável que ela consiga realizar essas estruturas diferenciadas. 

O Google Tradutor pode substituir o Tradutor Freelancer?

Depende. Se estivermos falando de traduções simples, corriqueiras e com pouca importância em relação à semântica e à gramática, pode ser sim. Quando o objetivo é apenas compreender a ideia de um texto, o Google Tradutor é um grande aliado, oferecendo agilidade. 

Porém, para trabalhos sérios e profissionais, o Google Tradutor não é suficiente. 

Embora seja bastante prática, a ferramenta não é perfeita e comete diversos erros de semântica, interpretando palavras incorretamente e traduzindo com erros de concordância.   

A máquina (ainda!) não compreende práticas culturais como nós, seres humanos. Um bom exemplo são as traduções de filmes ou séries de comédia americanas para o português. Se forem traduzidas literalmente, como o Google Tradutor faz, o público brasileiro não achará a menor graça. 

Portanto, o papel do Tradutor Freelancer vai além da tradução literal e mecânica do idioma. É preciso interpretar e adaptar as informações para o contexto da língua de destino. 

E tem mais, o Google Tradutor pode ser uma boa opção para os idiomas mais conhecidos como inglês, espanhol, francês. Mas se você precisa traduzir textos de idiomas exóticos, a ferramenta não é uma boa opção. 

Tipos de tradução

O trabalho de tradução é um dos mais complexos e técnicos que existe, principalmente por ser utilizado por qualquer área de conhecimento e mercado. 

Existem 4 tipos de tradução:

  • Tradução literária 

É o trabalho de tradução de livros, muitas vezes famosos. É comum que esses trabalhos sejam realizados por tradutores mais experientes. Editoras e algumas vezes o próprio autor contratam o serviço.  

Como é um texto livre, a maior dificuldade está em traduzir expressões e termos que muitas vezes não possuem correspondência literal. 

  • Tradução técnica

São traduções de textos técnicos como manuais de aparelhos, máquinas, livros técnicos, artigos científicos, etc. A maioria dos trabalhos de tradução se enquadram nesse tipo. 

A maior dificuldade está em conhecer os termos técnicos de cada área e traduzi-los adequadamente para o idioma de destino. 

  • Tradução de conteúdos de mídia

São traduções de filmes e séries, usadas nas legendas. 

A maior dificuldade está em traduzir expressões e palavras coloquiais, além do tom do texto (comédia, drama, suspense), inserindo-os no contexto e cultura local. 

  • Tradução jornalística

São as traduções de textos jornalísticos, noticiosos. Na maioria das vezes esse trabalho é feito por jornalistas que dominam o idioma. 

A maior dificuldade está no tempo curto para realizar o trabalho. 

Principais dificuldades da carreira de tradutor freelancer

Assim como qualquer carreira, a de tradutor freelancer também oferece dificuldades no dia a dia. 

As maiores dificuldades costumam estar relacionadas à falta de qualidade do texto original, como textos incompletos ou mal escritos, e também ao excesso de regionalismos, dialetos, gírias, ou mesmo expressões extremamente técnicas. 

Por isso, é fundamental que o tradutor freelancer se prepare para desenvolver as habilidades necessárias para sua carreira.

Como ser bem sucedido como tradutor freelancer?

  1. Nunca pare de estudar

Essa é uma das profissões que estão em constante desenvolvimento, juntamente com as línguas e as áreas de atuação. 

Se você se especializar em uma área, um nicho de mercado, é importante se manter atualizado sobre esse segmento, para aprender novos termos e palavras, e assim estar preparado para escrever sobre eles. 

  1. Faça networking com outros tradutores

Nesse mercado o networking é muito importante já que sempre é possível aprender com outros profissionais e também podem surgir parcerias e indicações para novos trabalhos. 

Se você não conhece muitas pessoas da área, participe de workshops e eventos do setor e puxe conversa.

  1. Construa sua presença online

Felizmente hoje não é mais preciso contar apenas com trabalhos locais de tradução. Hoje, com o acesso à internet e à tecnologia, o mundo é o nosso quintal e podemos trabalhar com empresas e pessoas do mundo todo. 

Mas, para ser achado, é preciso criar uma presença online consistente, que mostre seu currículo e seu portfólio.   

O LinkedIn é uma ótima opção para mostrar seus trabalhos e para fazer networking digital, conhecendo profissionais de outros lugares. Se você quiser saber como otimizar o seu perfil do LinkedIn, veja esse artigo com algumas dicas. (colocar o link do artigo)

  1. Saiba precificar o seu trabalho

Não é fácil definir o preço de um trabalho de tradução já que vários fatores podem influenciar o cálculo. Em geral, elementos como a experiência do tradutor freelancer, os idiomas envolvidos, o tamanho e a dificuldade do texto e até mesmo o cliente precisam ser considerados. 

Um tradutor freelancer com mais experiência costuma ter uma carteira de clientes que aceitam pagar valores maiores em troca da melhor qualidade. Por outro lado, profissionais com menos experiência aceitam trabalhos que pagam menos para começar na carreira. 

Os idiomas envolvidos também devem ser considerados. Quanto mais exótico e escasso for o idioma, mais alto será o valor da tradução. Japonês, Mandarim e Árabe são idiomas com alto valor. 

  1. Cuide da sua contabilidade

Quem trabalha de maneira independente precisa ter cuidado redobrado com as suas finanças. No início, ter um contador pode ser muito caro, e muitas vezes não é obrigatório, no caso de profissionais enquadrados como MEI, mas é importante fazer algum tipo de controle financeiro. 

Você pode usar planilhas ou softwares específicos que ajudam a organizar as finanças. 

  1. Busque ativamente por clientes

Conseguir os primeiros clientes certamente é a parte mais difícil. O networking é uma grande porta de entrada, mas pode não ser suficiente com o passar do tempo. 

Você pode se cadastrar em grupos específicos de tradutores freelancers, que existem no Facebook e no Linkedin, pode também ficar atento às vagas disponíveis nas plataformas de freelancers generalistas e também pode se cadastrar em plataformas específicas de trabalhos de tradução. Vamos falar um pouco mais sobre elas mais a frente. 

  1. Seja organizado e cumpra os prazos

Organização é primordial para qualquer profissional freelancer. Perder prazos arruina a reputação do tradutor e podem comprometer novos contratos. 

Então, é importante ter uma rotina de trabalho e planejar os trabalhos para que todos sejam realizados dentro dos prazos previamente estabelecidos. 

Quanto ganha um tradutor freelancer?

Saber calcular o valor do seu trabalho é essencial para conquistar a independência financeira que você tanto deseja. 

Além disso, se os seus preços forem muito altos, pode perder oportunidades de trabalho, mas se forem baixos demais, você vai ser identificado como amador e não ter dinheiro para se sustentar adequadamente.  

Para quem está começando, uma dica para precificar o seu valor ideal é calcular o valor da sua hora de trabalho (que resulte no salário desejado no final do mês). Depois, analise quantas horas serão necessárias para realizar o trabalho e multiplique. 

É importante também analisar o mercado. Para calcular a hora, você pode levar em consideração um salário de mercado ou então calcular as suas despesas mensais. 

De acordo com o site Vagas.com, um tradutor freelancer inicia a profissão ganhando R$ 1.845,00 de salário, e pode chegar a R$ 4.310,00, tendo como média R$2968,00 no Brasil. 

No caso de calcular as despesas mensais, não se esqueça de considerar as ferramentas que você precisa para realizar o seu trabalho e também um valor de “lucro” para você criar uma reserva de emergência e poder pagar seu lazer também. 

Quais idiomas pagam mais e quais são mais procurados?

No caso do mercado brasileiro, sem dúvidas o inglês é o idioma com maior demanda, seguido pelo espanhol, francês e alemão. 

Já quando falamos de valores, os idiomas que têm maior valor de tradução são o alemão e o árabe, seguidos pelo francês, neerlandês, espanhol, russo, italiano e mandarim, nessa ordem. 

É melhor trabalhar por conta própria ou ser contratado por uma agência?

As duas opções oferecem vantagens e desvantagens e é interessante experimentar as duas, para conseguir escolher. 

Quando você é contratado por uma agência, vive toda a rotina de prazos apertados e pressão que ajuda muito a entender como funciona o mercado. 

Por outro lado, trabalhando por conta própria, você consegue escolher os projetos e clientes com quem quer trabalhar, além de poder definir o seu valor e ter mais liberdade. 

São experiências diferentes, mas muito válidas.  

Plataformas especializadas em trabalhos de tradução freelancer

Muitas plataformas oferecem trabalhos de tradução freelancer, mas o melhor é que você busque aquelas especializadas, que podem conter melhores projetos e clientes que aceitam pagar melhores valores. 

Alguns desses sites já existem há muitos anos, outros são novos. Cada um tem um processo de cadastro diferente, sendo que alguns exigem cursos ou certificados específicos. 

Uma das plataformas mais conhecidas do mercado, é considerada uma das melhores desse segmento. 

O cadastro é gratuito, mas para ganhar destaque é preciso ter um perfil pago, que oferece benefícios para o profissional. 

Outra ótima plataforma para tradutores freelancers, considerada uma das melhores para se trabalhar. 

Uma das grandes vantagens é a tecnologia oferecida, que realmente ajuda os tradutores que trabalham em home office, aumentando a produtividade. 

Para se cadastrar é preciso ser aprovado em uma avaliação rigorosa. Também oferecem diversas ferramentas que ajudam na produtividade do tradutor freelancer, principalmente iniciantes.

Trabalhar como tradutor freelancer pode ser uma excelente oportunidade para desenvolver uma nova carreira ou ganhar uma renda extra. 

Agora que você já sabe tudo sobre a carreira de tradutor freelancer, continue acompanhando nossas publicações e descubra muitas formas de trabalhar e ganhar dinheiro. 

Profissional de Marketing Digital, empreendedor, criador de conteúdo, e profissional de SEO. Gerar renda online é a minha paixão, maneira através da qual dei início a minha carreira. Pretendo ajudar o máximo de pessoas a desenvolver sua carreira profissional online.

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
José Rosiel
José Rosiel
7 meses atrás

boa noite ,otimo blog, como posso me inscrever para ser um tradutor ou avaliador de videos

Site Footer