economizar como freelancer

Como controlar seus custos sendo freelancer

Ser profissional autônomo tem os seus pontos altos e baixos, de um lado temos uma vida mais flexível quanto a horários e formato de trabalho, de outro temos a flexibilidade dos ganhos também. Descobrir como controlar  seus custos sendo freelancer é o primeiro passo para uma carreira mais longa e profissional nessa área.

Primeiramente, trabalhar como freelancer não é apenas fazer seus próprios horários. Pois, também é importante compreender como controlar sua vida financeira e claro, aprender a dar preço no próprio trabalho.

Contudo, uma das principais questões que impactam a vida desses profissionais é a falta de um salário fixo. Ser um Freelancer exige planejamento, para que não ocorram problemas financeiros no trajeto. Mas ainda assim é uma área que está em crescimento.

Assim, como o freelancer não tem vínculo empregatício, não tem os benefícios de uma carteira assinada, não pode recorrer a seguro desemprego ou receber a seguridade social, então ficar sem trabalho é o mesmo que ficar sem dinheiro.

como controlar os custos sendo freelancer, freelancer custos

Conheça bem os seus custos

Para ter um bom controle de custos sem ter um salário fixo é necessário saber para onde o seu dinheiro vai todo mês, em especial os custos que não podem ser negados, são fixos e chegam todo mês, como aluguel, alimentação e demais despesas.

Sendo que o primeiro passo é saber como criar um trabalho e listar tudo que é despesa fixa em sua rotina, ou seja, analisar aquilo que de fato não se pode abrir mão e já pensar que os seus ganhos devem ser direcionados primeiro para esses itens.

Como controlar seus custos sendo freelancer

Portanto, pode parecer muito básico, mas é preciso conhecer quais seus custos de vida, para de fato viver bem. É importante saber cuidar do dinheiro, entender onde e quando ele deve ser gasto. Dessa forma saberá como controlar seus custos sendo freelancer.

Sendo que, com essa prática será mais fácil achar possíveis vazamentos no orçamento também, que comprometem não apenas o seu dinheiro como também o seu tempo para ganhar esse dinheiro.

Dessa maneira, o ideal é saber o que fazer com seu dinheiro, e que estes gastos sejam de fato postos no papel, em um ambiente e em algo físico.

Pois por mais que tenhamos os valores claros em mente é necessário ancorar esses compromissos por meio de alguma lembrança física que vemos recorrentemente, como um bilhete na carteira ou um bloco de notas em cima da escrivaninha.

Gestão financeira para Freelancers

Outro pilar importante para que o sucesso profissional seja alcançado por através do modelo de trabalho de Freelancer é a gestão financeira associada ao controle de custos.

Assim a primeira vista parece ser a mesma coisa, mas não é.

Sendo que a gestão financeira vai um pouco além do controle de custos, pois abrange os tópicos de reserva de emergência e também de investimentos. A reserva de emergência e também os investimentos são diferentes para os freelancers porque esses não são mensalistas.

Dessa maneira, por que é diferente para o freelancer? Por um motivo simples: o freelancer, normalmente vende a sua hora de trabalho e lida com negociações constantes ou até mesmo com a oferta e demanda dos seus serviços.

planejamento financeiro para freelancer, controle de gastos para freelancer

Por exemplo, caso você trabalhe com edição de vídeos e experimente uma crescente na demanda pelo seu trabalho, você pode elevar o preço dos projetos.

Contudo, devido a fluidez da internet, é possível que seu trabalho perca valor e seja substituído por outras formas de conteúdo. Então, além da queda na demanda, seu valor por hora pode experimentar uma queda.

Como controlar seus custos sendo freelancer – Períodos de baixa demanda

A reserva de emergência deve ser diferente para os Freelancers. Nesse caso, o profissional precisa reservar valores para manter um padrão de vida adequado, mesmo em períodos amenos. Afinal, assim como toda área, existem períodos de baixa demanda.

Parece estranho no começo, porque normalmente pensamos em reserva de emergência para quando o profissional está sem trabalho.

Mas para o freelancer é diferente, porque, em teoria, ele só não estará trabalhando quando estiver doente ou de fato a demanda pelos seus serviços sumir, o que é bem difícil quando usamos a internet para conseguir emprego.

Então o planejamento financeiro do freelancer é exatamente buscar uma reserva financeira que garanta a sua qualidade de vida no alto padrão por seis meses ou até mesmo um ano. Quanto mais longa for a sua reserva de emergência melhor para o seu planejamento.

Após criada uma boa reserva de emergência deve-se pensar na chave que fará sua renda aumentar passivamente: os investimentos.

Na linha de investimentos o freelancer deve se questionar se viverá apenas em um país ou se desbravará de outros países, pois se adotar o padrão de vida de trabalhador digital será mais difícil ter investimentos em ativos normais.

Assim, contrariando o bom senso que se consolidou na internet, para os trabalhadores digitais é recomendado ativos de baixa volatilidade e em países de moeda forte, ou então ativos totalmente digitais e de alta liquidez, como criptomoedas.

Os ativos de pouca liquidez se dão pelo fato de que gerarão capital em moeda forte e não sofrerão tanto com as oscilações de mercado, garantindo certa estabilidade no capital do investimento.

Já as criptomoedas, ou outros ativos descentralizados, serão o investimento para recorrer mais facilmente nos momentos em que for necessário ter dinheiro rápido e fácil, devido ao seu caráter de aceitação universal, como o Bitcoin.

Freelancer vivendo sem um salário mensal fixo

Controlar seus custos sendo freelancer, sem um salário mensal fixo mudando principalmente a sua mentalidade e a forma como enxerga os seus ativos e passivos.

Contudo, para aqueles que decidem passar a maior parte do seu tempo em um único país é possível seguir a linha clássica de vida, com bons ativos para gerar caixa, clareza nos seus custos e também uma gorda reserva de emergência.

controle de custos para freelancer, salário freelancer, como calcular gastos sendo freelancer

Para os trabalhadores digitais, que desbravam os inúmeros países do mundo e não sabem quanto será o custo de vida do seu próximo mês em outro país é preciso planejar de forma diferente os seus custos.

O trabalhador digital deve ter, sim, reserva de emergência e também bons ativos geradores de caixa, mas deve pensar e analisar cada país que passará, pois dessa forma os seus custos mensais variarão menos e quando variarem muito não será notado de forma agressiva.

Assim, o estilo de vida nômade digital é excelente para quem busca uma vida fora dos padrões e é por isso que deve seguir um planejamento fora dos padrões também.

Controlar seus custos sendo freelancer – Crie meios de controlar seus ganhos

Um dos problemas gerados na vida de quem trabalha como freelancer, é a falta de controle sobre os ganhos. Apesar do item primordial ser a criação de um bom trabalho, o profissional não deve se esquecer de controlar seu trabalho.

Uma ótima forma de controlar o fluxo de trabalho é por meio de aplicativos como o Excel. 

Através da criação de uma planilha, você consegue monitorar o quanto está produzindo e o quanto está gerando de receita. Porém, também é importante como controle geral do trabalho.

Apesar do controle de caixa ser parte importante do trabalho, ela não é a única questão que o Freelancer deve manter. Saber o que está produzindo e o quanto a produção está gerando é de suma importância no setor.

Controlando o quanto você gera, você saberá como investir e o quanto guardar. Com isso você conquista o principal item do trabalho livre: uma reserva de emergência.

Escolha bons portais para Freelance

Existem na internet diversos portais para Freelancers trabalharem. Contudo, alguns deles exigem cobranças mensais e parte do lucro do freelancer. Nesse sentido, é importante conhecer qual a melhor plataforma por meio de pesquisa de mercado.

Converse com outros trabalhadores da sua área e identifique quais portais atendem mais clientes e são mais baratos. Além disso, caso seja possível, converse de maneira direta com o cliente, a fim de cortar relações com intermediadores. Isso é uma ótima opção se você deseja ganhar mais.

Por fim, mantenha em dia programas e aplicativos que você use para trabalhar. Isso é essencial para não perder nenhum projeto e ainda oferecer um serviço mais rápido.

Natural do interior da Bahia, engenheiro eletricista por formação e curioso por natureza. Envolvido no mundo digital de forma abrupta e tardia. Ainda não sabe como não teve gastrite de tanto tomar café. Gosta de jogos online, sair com os amigos e conhecer lugares novos.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Site Footer